Ao visitante

À Procura do Impossível trata-se dos momentos nos quais me lembro que, por trás do cotidiano, existem coisas incríveis.

B.W Riccardo


domingo, 18 de janeiro de 2015

Você nunca estará sozinho

“Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque Tu estás comigo...”. Salmo 23.4

“... e eis que Eu estou com vocês todos os dias, até a consumação dos séculos.” Mateus 28.20

"Eloí, Eloí, lamá sabactâni? " Marcos 15:34


O grito de Jesus na cruz, “Deus meu, Deus meu, por que me abandonaste?” (Marcos 15:34),  já havia antes sido dado por Davi, e de certa forma, sido questionado por Jó. Para mim, esse é dos questionamentos de Jesus o mais humano, porque é um tipo de dor que todo homem comum compartilha, em todo tempo e espaço. “Por quê?” Perguntei em silêncio por anos. “Quando?” Deus no silêncio fazia uma daquelas perguntas-respostas.

Assisti num filme, a história de um pequeno fanático torcedor do Liverpool. Órfão e menor de idade, o garoto atravessou mares para realizar o sonho de assistir seu time jogar uma final da UEFA. Tudo que se podia saber através de leitura, o menino sabia sobre seu time. Contudo, algo ainda ele não conhecia, o calor da presença de seus “co-torcedores” e o lema deles: “Você nunca andará sozinho”. A certeza da companhia é a grande força para se chegar ao alvo. O poder que é ter alguém conosco não se obtém dos livros, só descobrimos ao passar por um vale de sombras.

Às vezes, esperamos um tipo miraculoso de aparição de Deus. E mesmo quando ele aparece em carne e osso (através de nossos irmãos), não cremos. “Você não se lembra daquela ligação inesperada, quando alguém te ligou só para perguntar se tudo estava bem?” “Você não se lembra de ouvir seu interfone tocar no momento em que você mais precisava de companhia?” “Daquela visita para te levar comida?”, ou “daquele dinheiro de presente?” Quando Deus me fez todas essas perguntas, eu descobri que ele deixa em todo canto, pistas de sua infalível presença. Por elas serem tão humanas, eu não conseguia enxergar nelas o milagre.

O padre G.M Hopkins disse que Deus atua na face das pessoas. No dia-a-dia (Mateus 28.20), com quem encontramos e na naturalidade do cotidiano, é onde Deus não para de falar, "você nunca estará sozinho". Você parou pra perceber?


Página Seguinte » « Página Anterior Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário